• Qual a melhor cadeirinha para o meu filho?

    A melhor cadeira auto é aquela que é apropriada para o seu filho, que se adapta ao seu automóvel, é fácil de instalar e prática para o seu uso diário. Aqui você encontrará algumas dicas úteis e recomendações para auxiliá-lo nesta decisão.

    Peso e altura são mais importantes do que a idade

    A regulamentação Brasileira vigente utiliza intervalos de peso para classificar as cadeiras auto, os chamados Grupos de Massa, onde: Grupo 0+ (nascimento até 13 kg), Grupo 1 (de 9 a 18 kg), Grupo 2 (de 15 a 25 kg) e Grupo 3 (de 22 a 36 kg).

    Esta é a indicação que você encontrará nas cadeirinhas auto para identificar a mais indicada para o seu filho. Porém, fique atento também à idade e à altura da criança na hora da escolha. Falaremos mais sobre isto adiante.

    Nunca compre uma cadeirinha muito grande para o seu filho pensando em utilizá-la por mais tempo. Certifique-se de que ela é apropriada para seu peso, idade e altura, desde o primeiro dia de uso. A informação sobre o grupo de massa para o qual aquele produto foi desenvolvido estará sempre visível, porém se atente ao fato de que cada criança é única e, crianças da mesma idade podem ter uma variação de peso e altura muito grande. Considere o grupo de massa uma primeira indicação, em seguida preocupe-se em avaliar também o tamanho da cadeirinha escolhida para a altura de seu filho.

    É sempre mais seguro adquirir uma cadeira auto mais específica e trocá-la à medida que a criança cresce.

    Os especialistas em segurança auto infantil dizem : “Não é apenas a idade do seu filho que você deve considerar ao escolher um assento de carro infantil. Você também deve considerar a sua altura e peso e verificar qual assento proporciona o ajuste mais seguro em seu carro; considerar se o seu bebê ou criança fará viagens longas ou curtas nesta cadeirinha e se você precisará transferir esta cadeirinha de um carro para outro. A dica de ouro para a escolha da primeira cadeirinha seria optar por um bebê conforto que se encaixe em uma base. Uma vez que a base permanece fixada no banco do automóvel de forma segura, você tem a tranquilidade de que seu pequeno estará seguro sempre, de preferência com sistema ISOFIX, já que não precisará de mais nada além de simplesmente colocar e tirar o bebê conforto da base com um clique. Muito mais praticidade para o dia a dia da família moderna”.


    Qual o momento certo de trocar a cadeirinha da criança por uma maior?

    A Maxi-Cosi recomenda aguardar o máximo de tempo possível para mudar o bebê de um bebê conforto para uma cadeirinha maior. Os bebês estarão muito mais protegidos viajando dentro de seu “casulo de proteção”, especialmente projetado para seu tamanho, na direção contra o movimento do automóvel. Desta forma, a energia do impacto, em caso de acidente ou freada brusca, é absorvida e distribuída pela estrutura do assento e pelos cintos de segurança, causando o menor dano possível ao corpo ainda frágil do bebê.

    Trocando um bebê conforto por uma cadeirinha do Grupo 1

    Só deixe de utilizar o bebê conforto e passe seu filho para uma cadeira auto maior quando o topo de sua cabeça alcançar a parte superior do encosto. Certifique-se de que a cabeça do bebê esteja totalmente protegida pelo assento. Note que não é um problema se as perninhas estiverem saindo para fora do bebê conforto, ok?

    Trocando para uma cadeirinha dos Grupos 2 e 3

    Mude a cadeirinha para uma maior assim que os ombros de seu filho estiverem 2 cm acima das aberturas mais altas de saí­da das cintas superiores do encosto, quando o encosto de cabeça estiver ajustado na posição mais alta possível para aquele assento.

    Sem cadeirinhas: Usando o cinto de segurança de 3 pontos do automóvel

    Quando a legislação não exigir mais que a criança utilize uma cadeira de segurança auto, ou seja, após os 7,5 anos, segundo a legislação Brasileira, questione a si mesmo se a cadeirinha realmente não é mais importante para seu filho, já que cada criança é única.

    Para maior segurança, o ideal é que todas as crianças que tenham menos de 1,50 metros, continuem utilizando uma cadeira de segurança auto. Só a partir desta altura é que o cinto do automóvel estará confortável e seguro para ser utilizado sozinho, sem o auxílio de nenhum dispositivo de retenção ou de elevação.